NOTÍCIAS

AJUDE A COMBATER O BORRACHUDO

Publicado em 30/11/2017, Por Comunicação comunicacao.pmvl@gmail.com

Borrachudos são insetos pertencentes a família SIMULIIDAE, de corpo encurvado dando um aspecto corcunda, geralmente com dois a quatro milímetros de comprimento e coloração variando de negro a castanho, e se criam em agua corrente.

As picadas são rápidas, silenciosas e praticamente indolores devido as propriedades anestésicas da saliva. Rapidamente, após a picada, segue-se uma forte irritação com coceira, dor e inchaço. A reação pode variar de individuo para individuo, dependendo do grau de alergia.

COMO SE CRIAM

Para se criar precisam de agua corrente. Cada fêmea, dependendo da espécie, coloca em media, por postura, de 100 a 600 ovos, fixando-se em qualquer substrato que esteja dentro da água, como pedras, capim, madeira, plástico, latas e outros.

Dos ovos, em 4 dias, nascem os filhotes (larvas). Essas larvas ate os 21 dias se alimentam de restos orgânicos dissolvidos na agua, como esterco, dejetos humanos, restos de cozinha e restos vegetais.

Depois, tecem um casulo e dentro dele transformam em pupas e em mais dias, passam para a fase adulta, saindo da água com a ajuda de uma bolha de ar. Nesta fase o inseto sobrevive de 20 a 35 dias, podendo voar cinco quilômetros de distancia em apenas oito horas.

Os borrachudos adultos tem hábitos diurnos e alimentam-se de néctares de flores e seiva de plantas. A fêmea além desse alimentos precisa do sangue para o desenvolvimento dos ovos no seu interior, que encerrada a postura, estão prontas para procurar uma nova refeição de sangue, e repetir esse processo, que pode durar ate seis vezes durante a sua vida.

COMO CONTROLAR

• Não despeje matéria orgânica na agua, como dejeto humano e animal, vazamento de esterqueiras e agua usada na cozinha.

• Mantenha o curso dos rios livre de qualquer lixo. Retire os entulhos que possam servir de substrato para as larvas como galhos e troncos.

• A recuperação e conservação das matas às margens dos rios e riachos também é muito importante, pois quando destruídas contribuem para a dispersão do inseto e favorecem o desaparecimento de pássaros predadores do borrachudo. Reflorestamento onde já está desmatado. Preserve os inimigos naturais do borrachudo como peixes, sapos e libélulas.

A aplicação de inseticidas de origem biológica somente devem ser feitas com orientação técnica e quando os níveis de matéria orgânica na agua estiverem baixos, após as ações da comunidade. Façamos todos a nossa parte.

 
Página Inicial | Ver mais notícias | Imprimir esta notícia